Secretário de Cultura e Turismo acredita no resgate de Valença

Edição: 338 Publicado por: Giovanni Nogueira em 25/04/2013 as 09:59

 
Leitura sugerida

Valença - Em época de ausência de informações prestadas pela Prefeitura Municipal de Valença, onde o maior prejudicado é o próprio cidadão valenciano, entrevistar o secretário de Cultura e Turismo do município tornou-se mais do que uma simples reportagem, mas uma missão cultural a ser prestada aos leitores do Jornal Local e aos eleitores preocupados com os próximos passos da importante, porém nem tão valorizada, Secretaria.

Deixada sempre em terceiro plano pela maioria dos governos (a prioridade tradicional é pelas Secretarias de Saúde e Educação), a Secretaria de Cultura e Turismo conta mais uma vez com a experiência de João Ewerton, que foi secretário da mesma no governo anterior de Álvaro Cabral e teve destaque na época, com realizações de expressão como festivais culturais, eventos diversos no Teatro Rosinha, o auxílio aos grupos de teatros e o próprio apoio à Rosinha de Valença, que na época carecia de ajuda. Objetivo, realista e técnico, João, que tem vasta experiência na área – são mais de dez especializações no currículo -, conversou com a reportagem e mostrou que, com amor, Valença pode resgatar sua autoestima e ser destaque nacional.

Esse conteúdo é exclusivo para assinantes. Assine já e tenha acesso ao conteúdo na íntegra!

Galeria de imagens

1 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...
avatar

Maria Alice Simões em 13/01/2014 às 09:28 disse:

Interessados em fazer uma visitação às Fazendas Históricas do Ciclo do Café, eu e um grupo de amigos nos hospedamos, por dez dias (23/12/2013 a 02/01/2014), aí em Valença. Ficamos impressionados com a falta de informação das pessoas em geral, sobre os atrativos turísticos da cidade e arredores.Taxistas, bancas de jornais, restaurantes, padarias, farmácias, etc. - todos sem saber dados precisos sobre como nos dirigirmos aos locais de interesse. Incrível que, num período em que a cidade recebe seus filhos e outros visitantes, para passar as festas de Natal e Ano Novo com seus parentes e amigos, não se encontre um Posto de Informações Turísticas. Sabemos que, nessa época do ano, grande parte dos funcionários municipais está de férias. Mas é necessário lembrar que o turismo se faz, justamente, no período de férias.
responder O comentário não representa a opinião do jornal! A responsabilidade é do autor da mensagem!
avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...